Artigos 

O QUE A COLUNA LOMBAR DIZ EM SUAS DORES SOBRE NOSSAS EMOÇÕES:

Palestras qualidade de vida no trabalho - Davi PalmaAs patologias da região lombar geralmente relacionam-se a medos, ou à situação de muita cobrança, interna e externa, relacionadas a questões com conotações emocionais, algo que te impede de fazer o que quer.


A região sacral está relacionada à sexualidade. Problemas na região sacral relacionam-se a conflitos relacionados à sexualidade, sobretudo traumas e repressão. Nos casos de meninas que são esperadas meninos, é muito comum encontrarmos uma materialização sobre o sacro e dores na região. Estas mulheres, em geral, apresentam dificuldade nos relacionamentos íntimos, dificuldade de engravidar, cólicas menstruais, suscetibilidades a problemas no aparelho reprodutor (útero, ovários, seios etc.) frigidez.

Homens com esse tipo de conflito materializam menos sobre o sacro, mas também manifestam problemas com a sexualidade, tanto com os relacionamentos, como no que diz respeito à suscetibilidade a problemas no aparelho reprodutor, inclusive em muitos casos sendo estéreis.

É muito importante destacar que as dores do isquiático (ciático) também estão relacionadas aos problemas de coluna da região lombar e sacral. Correspondem aos medos de seguir em frente, inseguranças diversas e dificuldade de adaptação as situações de vida, especialmente aquelas que requerem mudança de comportamento ou que transformam nossa rotina.

Não são apenas os problemas de coluna, mas todas as articulações relacionam-se à nossa capacidade de nos “articular” na vida, ou seja, capacidade de relacionamento político. Problemas nas articulações relacionam-se à rigidez e à dificuldade de superar situações difíceis. Incluem-se nesse contexto todas as “ites” que afetam as articulações e que estão relacionadas a situações desagradáveis a que a pessoa se submete mesmo não gostando, por não saber como resolver.

Vamos ver então o que nos causa tantos problemas nesta área. Na coluna lombar, vamos pensar nas pernas, qual a função das pernas? Ela te da sustentação e locomoção, ela leva você para onde você quer ir. Então imagine que você quer realizar algo, quer entrar na faculdade, quer comprar uma casa, quer realizar um projeto importante, mas você não consegue isso esta impedindo de você ir para onde quer, mas o que é que te impede? Na verdade são três situações que podem te impedir, pode ser alguém que esta impedindo você de fazer aquilo que deseja, por exemplo, o filho quer fazer a faculdade de Medicina, mas o pai que é advogado quer que o filho faça Direito, então pelo poder que exerce sobre seu filho, obriga o menino a fazer Direito, este menino então foi impedido de realizar o que gostaria, a outra situação seria quando uma instituição o impede de realizar algo, digamos que você trabalhe em uma empresa e tem um projeto para desenvolver, mas não dão verbas para você realizar ou não te dão incentivo e acaba até prejudicando o seu projeto, então você foi impedido de fazer aquilo que gostaria, uma outra situação a qual considero a pior, seria quando você mesmo se impede de fazer algo que gostaria, acaba não fazendo porque fulano não vai gostar, ou porque ciclano não vai aprovar, ai então você mesmo deixa de realizar o que gostaria assim ficando impedido de fazer o que gostaria, estão à sensação é como se alguém segurasse o cinto de sua calça e não deixasse você ir para onde quer chegar, assim gerando em você dores lombares com reflexos nas pernas, causando dor e cansaço nas pernas, tem uma outra coisa que pode causar problemas na coluna, a falta de dinheiro, porque sem ele você fica impedido de fazer o que quer, mas entenda que não é a falta que te causa o problema, muitas vezes é você não dar prioridade para sua vida.

Quando nos referimos a “articular-se” na vida, estamos enfocando nossa capacidade de relacionarmo-nos equilibradamente sem machucar o outro nem nos deixarmos machucar, respeitando os limites de cada um, inclusive os próprios. Viver é relacionar-se de forma equilibrada; do contrário, é muito difícil termos uma perspectiva feliz e saudável. Portanto, a forma como nos relacionamos é fundamental para o nosso equilíbrio. Essa maneira equilibrada de viver constrói-se a partir da espiritualidade e do amor, que sempre deve começar pelo amor por si mesmo. O equilíbrio sempre parte do respeito mútuo entre as pessoas, o que em nossas relações é fundamental. A capacidade de se “articular” é muito importante para o êxito ser alcançado, tanto no trabalho, quanto nas relações mais próximas, e consiste na flexibilidade e maleabilidade que precisamos ter para não desrespeitarmos os outros e nem a nós mesmos.

Ninguém nasce para ser infeliz e não amado. Se, nascemos dentro de uma perspectiva negativa, é porque temos a esperança de reversão. A vida é incompatível com a tristeza e a falta de amor. Portanto, “articular-se” é relacionar-se dentro da interdependência saudável que rege o universo com respeito pelo outro e por si mesmo, sem toda a rigidez que se relaciona à maioria dos problemas articulares.

Não deixe de ler as postagens anteriores onde falo da coluna Cervical e Dorsal.

Um grande abraço a todos, felicidade e sucesso sempre.

Para conhecer nosso curso de quiropraxia clique aui

My Image

Problemas causados pelo estresse – depressão, alcoolismo, hipertensão, dor de cabeça e outros – levaram 1,3 milhão de brasileiros a se afastarem do trabalho e receberem auxílio-doença, segundo uma pesquisa recente da UnB (Universidade de Brasília).
Provavelmente você deve estar passando por algum estresse, hoje em dia com a vida que levamos o trabalho, as obrigações, as mudanças, as cobranças externas e principalmente as internas, onde achamos que temos que dar conta de tudo que aparece em nossa vida e temos que ser os melhores em tudo.
Tenho certeza que você tem o desejo de se livrar destes problemas, mas o que fazer.
Nos meus atendimentos, cursos e palestras, eu ensino para as pessoas uma técnica que utilizo a E.F.T. que é uma técnica de liberação de traumas emocionais, livrando a pessoa da depressão, ansiedade, medo, fobias, raiva, os problemas emocionais e físicos que afetam a nossa vida.
Por isso estou disponibilizando a todos que se interessarem um manual sobre a técnica, desenvolvida pelo Gary Craig, e nos próximos posts vou falar de situações que podemos resolver com a técnica.
Para receber seu manual vá até a Home e acesse o link para receber em seu e-mail ou entre no sitewww.espacoki.com.br, lá também tem um link.
Um grande abraço a todos.


Davi Palma
Palestrante, Educador Físico, Terapeuta acupunturista e praticante de Tchi Kun

Contato: 11-99311-2880
www.davipalma.com.br
www.espacoki.com.br
davi@espacoki.com.br

My Image

Stress no trabalho

Nós nos convencemos que a vida ficará melhor algum dia, quando nos casarmos, quando tivermos um filho, e depois outro.
Então, ficamos frustados porque nossos filhos não tem idade suficiente e seria muito melhor se tivessem.
Depois, nos frustamos porque temos filhos adolescentes e temos de lidar com eles. Certamente seremos mais felizes quando nossos filhos tiverem ultrapassado essa fase.
Dizemos que nossa vida só será completa quando nosso cônjuge conseguir o que busca, quando tivermos comprado um carro melhor, ou tivermos condições de fazer uma viagem longa, quando tivermos aposentados.
A verdade é que não há melhor época para ser feliz do que agora mesmo. Se não quando? Sua vida será sempre repleta de desafios. Melhor admitir isto para você mesmo e decidir ser feliz de qualquer modo.
Uma das minhas frases favoritas é a de Alfred D. Souza, quando diz:
“Por muito tempo eu pensei que minha vida fosse se tornar uma vida de verdade. Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver – um trabalho não terminado, conta a ser paga, aí sim, a vida de verdade começaria.
Por fim, cheguei a conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade.”
Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho!
Sendo assim, aproveite todos os momentos que você tem.
E aproveite-os mais ainda se você tem alguém especial para compartilhar o suficiente para passar seu tempo... e lembre-se o tempo não espera ninguém.
Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade;
Até que você volte para a faculdade;
Até que você perca 5 quilos;
Até que você ganhe 5 quilos;
Até que você tenha seus filhos;
Até que seus filhos tenham saído de casa;
Até que você se case;
Até que você se divorcie;
Até Sexta a noite;
Até Segunda de manha;
Até que você tenha comprado um carro novo ou uma casa nova;
Até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos;
Até o próximo verão, primavera, outono ou inverno;
Até que você esteja aposentado;
Até que a sua música toque;
Até que você tenha terminado seu drink;
Até que você esteja sóbrio de novo;
Até que você decida que não há hora melhor do que agora para ser feliz
Felicidade é uma viagem, não um destino.
Por isso.... “Trabalhe como se você não precisasse de dinheiro, Ame como nunca tivesse se machucado, e Dance como se ninguém estivesse olhando!!!
Todo o sucesso do mundo para você.          
  
Davi Palma

Palestrante, Educador Físico, Terapeuta acupunturista e praticante de Tchi Kun

Contato: 11-99311-2880
www.davipalma.com.br
www.espacoki.com.br
davi@espacoki.com.br

Vou ser feliz quando....

My Image

A Harmonia do Pensamento e da Emoção

Muito se fala da lei da atração e do pensamento positivo, mas porque então
não funciona com algumas pessoas?
O segredo está na harmina do pensamento com a emoção para gerar um
sentimento e criar a realidade que você quer.
E o mais comum é me perguntarem; Mas emoção e sentimento não é a mesma
​coisa? eu respondo que não e explico desta forma:
O pensamento pode ser considerado o sistema condutor que direciona a nossa emoção. É a imagem ou ideia criada pelo pensamento que determina para onde a emoção e a atenção se dirigem. O pensamento está estreitamente associado a imaginação. De maneira surpreendente, o pensamento em si tem pouca energia, ele é apenas uma possibilidade, sem energia para lhe dar vida. Essa é a beleza do pensamento puro. Na ausência da emoção, não existe energia para concretizar os pensamentos.
A emoção pode ser considerada a fonte do poder que nos impulsiona para nossos objetivos na vida. É por meio da energia das emoções que alimentamos os pensamentos que as tornam reais.
Mas o poder da emoção, em si mesmo, pode ser disperso e sem direção. É na presença do pensamento que a nossa emoção se direciona, infundindo vida à imagem dos nossos pensamentos.
Temos duas emoções primarias:  O Amor e o Medo (qual você vai escolher?)
O sentimento só pode existir na presença do pensamento e da emoção, pois representa a fusão dos dois. Quando sentimos vivemos o desejo da emoção unido a imaginação dos pensamentos. O sentimento é a chave da oração, pois a criação reage ao mundo dos sentimentos. Quando atrairmos ou repelimos pessoas, situações e condições com que deparamos, temos de olhar para os nossos sentimentos para entender o porque.
O Ho’oponopono diz que temos três Eus, O Eu inferior (pensamento), o Eu Médio (emoção, subconsciente) e o Eu Superior (sentimento, a Divindade em nós)
Enquanto O Eu inferior (pensamento) não estiver nivelado com o Eu Médio (emoção) junto a si, assistiremos aos assim chamados processos de auto sabotagem por parte do Eu Médio, são aquelas crenças limitantes. Ou seja se o seu pensamento não gerar uma emoção com relação aquilo que você quer, não funciona.
Então se você quer criar uma nova realidade para sua vida pense no que você quer, crie uma emoção positiva em harmonia com seu pensamento, assim gerando um sentimento e simplesmente entregue esse sentimento a energia superior, acredite que já esta feito,  que já deu certo, e milagres acontecerão em sua vida.
Grande abraço, e fique com Deus.
“A Paz começa em mim”.
Davi Palma
www.davipalma.com.br
11-2408-2078

My Image

O QUE A COLUNA TORÁCICA DIZ EM SUAS DORES SOBRE NOSSAS EMOÇÕES:

O QUE ELA DIZ EM SUAS DORES SOBRE NOSSAS EMOÇÕES

A região dorsal ou torácica relaciona-se à postura diante da vida, especialmente diante do emocional. Problemas na região dorsal indicam dificuldade de posicionamento, sobretudo diante das emoções. As calcificações na dorsal estão relacionadas a tristezas profundas. Os casos de hipercifose ( acentuação da cifose) evidenciam um esconder-se do mundo, um encolher-se diante dos fatos que não sabemos como administrar. Já os casos de retificação (perda da curvatura anatômica) relacionam-se a um excesso de exigência sobre si mesmo.

A escoliose (curvatura lateral) da região dorsal em muitos casos relaciona-se ao “encurvar-se” diante de fatos que “não sei como”, ou “não posso mudar”, ou “sou forçado a aceitar”. É muito comum acontecer na adolescência, porque o jovem não sabe como se portar. Não é mais criança, nem adulto. Para algumas coisas, os pais e a sociedade o tratam como adulto; para outras, como criança, e isso gera uma confusão muito difícil de esclarecer. As pessoas “retas”, retificadas nesta região, sofrem muito com a necessidade de ostentar o que não são.

Já os hipercifóticos em geral são tristes e assumiram que a vida é triste mesmo, e nada se pode fazer para mudar. As patologias da região dorsal, em geral, relacionam-se à tristeza, por a pessoa não viver as emoções de forma equilibrada, especialmente nos casos de hipercifose. Os casos de retificação relacionam-se mais ao perfeccionismo. Ocorrem em geral nas pessoas que foram muito cobradas e que acabaram se cobrando muito, especialmente a perfeição.

Essa postura normalmente são as pessoas que chamamos de mãezonas ou paizão, por todas essas dificuldade elas tentam compensar fazendo tudo para o outro, e acabam carregando o mundo nas costas, por isso a sensação de dor queimação e peso nesta região.

O que a pessoa tem que entender é que ela não deve nada para ninguém, e ter flexibilidade para aceitar como é, e parar de querer fazer tudo para todos numa ilusão de compensação, no fundo o que se faz é deixar sua vida para traz, e o que se recebe em troca é frustração, magoa, tristeza, raiva, sentimentos que não levam a uma vida saudável e feliz.

A dica é a seguinte, quando você tiver muita vontade de ajudar alguém, pergunta primeiro se a pessoa quer ajuda, e se a resposta for afirmativa, saiba dizer “NÃO” quando não puder fazer, pare de se cobrar e seja FELIZ.

Veja as outras matérias da coluna cervical e Lombar.

Para conhecer nosso curso de quiropraxia clique aqui

My Image

O QUE A COLUNA CERVICAL DIZ EM SUAS DORES SOBRE NOSSAS EMOÇÕES:

A COLUNA FOI PROJETADA PARA SUPORTAR VOCÊ, E NÃO O MUNDO

COLUNA VERTEBRAL:

O QUE ELA DIZ EM SUAS DORES SOBRE NOSSAS EMOÇÕES:

Quase todos nós conhecemos as dores e os desconfortos da coluna vertebral. O que poucos de nós sabemos são quais os aspectos emocionais se expressam ou se escondem nestes sintomas. Afinal, quais são as prováveis relações emocionais que acometem a coluna vertebral?

A coluna vertebral relaciona-se com a estrutura da personalidade. É por assim dizer o eixo central do ego, que é a parte da personalidade que faz contato com o mundo externo. Problemas de coluna indicam desequilíbrios ou dificuldades na formação da personalidade ou conflitos no relacionamento com as pessoas ou com o mundo que nos cerca.

A coluna trás em suas partes, determinados aspectos prováveis de relação mente e corpo relacionados a cada região. A região cervical relaciona-se à flexibilidade e amplitude de perspectivas. As duas primeiras vértebras relacionam-se mais com as dificuldades que temos na formação dos nossos conceitos e as duas últimas, a ressentimentos, e da mesma forma as primeiras torácicas.

Na altura da sétima cervical, em muitas pessoas ocorrem materializações relacionadas a ressentimentos, situações emocionais do passado mal resolvidas evidenciando saliências nesta área corpórea. Pessoas inflexíveis e de padrão de comportamento rígido tendem a calcificações na região cervical. A retificação da lordose anatômica cervical relaciona-se ao excesso de exigência sobre si mesmo e perfeccionismo. A hiperlordose cervical relaciona-se ao medo, sobretudo sustos na infância, tristeza e dificuldade de acreditar na própria felicidade. Algumas exceções acontecem em pessoas que querem ocultar o medo e “levantam o nariz”, como popularmente é referido para descrever a postura de arrogância. A escoliose cervical muitas vezes relaciona-se a uma tristeza do passado que “murcha” a pessoa, “caindo” a cabeça para um dos lados. As patologias da região cervical estão mais relacionadas à inflexibilidade e à tentativa de controlar tudo, ou de racionalizar tudo; no entanto, às vezes elas são conseqüentes a conflitos que relacionam-se a outras áreas, sobretudo da coluna dorsal.

Em resumo, o problema na região cervical é falta de humildade, então o que fazer para se livrar deste problema, entenda que humildade não é ser bonzinho, isso na verdade é submissão, o que se tem que entender é que você é chato as vezes, que você também pisa na bola, e que é você quem tem que pedir desculpas em algumas situações, porque somente a pessoa humilde tem a capacidade de abaixar a cabeça e olhar para o coração e reconhecer seus erros, somos todos seres humanos sujeitos a falhas.

Veja as outras matérias, sobre coluna Dorsal e Lombar.

Para informações sobre curso de quiropraxia acesse link

My Image